Startups mineiras levam projetos gestados no Seed para a 9ª Semana de Inovação Aberta

Participantes destacam apoio do Governo mineiro, por meio do programa de aceleração, para desenvolver ideias e fechar parcerias com grandes empresas

  • ícone de compartilhamento

Impulsionadas pelo apoio do Governo do Estado e também da iniciativa privada, 14 startups mineiras ligadas ao programa de aceleração do Seed (Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development) participam da 9ª Open Innovation Week, em São Paulo. O evento é uma importante vitrine para apresentar ideias e fechar negócios.

A Semana da Inovação, um dos maiores eventos do segmento, se consagrou como o ponto de encontro das comunidades de inovação e empreendedorismo, reunindo startups e grandes empresas. O evento foi aberto nesta terça-feira (21/2), em São Paulo, e se estende até quarta-feira (22/2).

Minas Gerais tem se tornado o ambiente perfeito para o desenvolvimento de novas startups de diferentes segmentos, e Belo Horizonte já se transformou em um dos principais centros de inovação e empreendedorismo do Brasil. Apenas em 2017, os recursos previstos para o Seed chegam a R$ 6,063 milhões.

Além desse investimento, o programa governamental ainda trabalha com outras ações essenciais para o crescimento do empreendedorismo e da inovação.  

Com esse apoio, as startups se sentem estimuladas a participar de eventos como a 9ª Open Inovattion Week, que coloca as aceleradas frente a frente com grandes empresas na tentativa de estabelecer parcerias e, posteriormente, fazer negócios que beneficiam os dois lados, gerando emprego e renda.    

A startup mineira Kriativar Educação e Tecnologia - plataforma de co-criação na qual os alunos podem criar e compartilhar conteúdos desenvolvidos por eles, exercitando habilidades da escrita, leitura e desenho, por meio de atividades lúdicas e criativas - está presente no evento. A startup emprega 15 pessoas e também presta consultoria a grandes empresas da sua área de atuação. 

Para a CEO da Kriativar, Sofia Fada, estar no seminário de Inovação Aberta é sempre uma experiência enriquecedora. “Essa participação mostra que Minas Gerais está no caminho certo para se consolidar como grande polo de inovação e empreendedorismo do Brasil. E o Seed abre portas, não apenas com recurso, mas por possibilitar a participação em atividades importantes”, afirma Sofia.  

A AWC, que trabalha com gestão da informação para geração distribuída de energia fotovoltaica, com sede no bairro Ouro Preto, em Belo Horizonte, também participa do encontro na capital paulista. O seu representante, Jean Diniz, diz enxergar oportunidade de amadurecimento nesse evento, principalmente pelos contatos facilitados com as grandes empresas.

“Viemos fortalecer o networking e buscar oportunidades concretas junto a importantes grupos”, afirma Diniz. O empreendedor ressaltou, ainda, o apoio do Governo mineiro como diferencial no mundo do empreendedorismo e da inovação.

4ª rodada do Seed

Segundo a coordenadora-geral do programa Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development (Seed), Silvana Braga, Minas Gerais tem conseguido avançar bastante no apoio ao empreendedorismo e à inovação. Ela considera a participação das startups mineiras no evento de inovação em São Paulo como essencial para o crescimento e a troca de experiências.

Silvana aproveita para relembrar o dia 2 de março como prazo limite para que as startups interessadas em integrar o Seed possam se inscrever na quarta rodada de aceleração. Ao todo serão selecionadas 40 startups que vão receber até R$ 80 mil de capital semente.

Outro grande atrativo do Seed, que o coloca como o programa de aceleração que mais oferece benefícios no Brasil, é a concessão de US$ 1 milhão em perks (benefícios não financeiros), que são serviços e acesso a tecnologias de empresas parceiras do programa. Entre elas estão IBM, Google, Amazon e Microsoft.

O Seed, coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes), está aberto a projetos de base tecnológica de empreendedores nacionais e estrangeiros que estejam dispostos desenvolver o projeto na capital mineira em um prazo de seis meses, chamado “período de aceleração”. A próxima rodada começa dia 20 de junho e termina em 20 de dezembro.

Durante esse período os participantes são beneficiados com mentorias personalizadas, formação empreendedora, escritório compartilhado inspirador e conexão com o ecossistema global.

Mais informações estão no site http://www.minasdigital.mg.gov.br/seed

 



Últimas