Romeu Zema participa do lançamento da pedra fundamental da Ambev, em Sete Lagoas

Serão investidos R$ 700 milhões na primeira fábrica de latas da cervejaria, com geração de 350 empregos

imagem de destaque
  • ícone de compartilhamento

O governador Romeu Zema participou, neste sábado (3/8), do lançamento da pedra fundamental de sua primeira fábrica de latas da Cervejaria Ambev em Sete Lagoas, região Central do Estado. Serão investidos mais de R$ 700 milhões nas obras, gerando cerca de 350 empregos diretos e indiretos.

Zema destacou a importância do investimento e o trabalho de sua gestão na geração de emprego e renda no Estado.

“O nosso foco tem sido facilitar, e não infernizar, a vida de quem produz. Nós não podemos abrir mão de arrecadação, o Estado está falido, mas temos que simplificar a vida de quem paga imposto, porque muitas vezes ele gasta mais apurando do que pagando o imposto. Tenho certeza que nesses quatro anos nós vamos deixar uma Minas Gerais muito melhor, e é isso que eu quero para o povo mineiro. Não venho do meio político, não tenho pretensão política, mas tenho uma grande pretensão, que é mostrar que este tipo de visão dá certo no setor público”, afirmou o governador.

Romeu Zema conversou com diretores da empresa, conheceu as instalações da cervejaria e o processo de fabricação de alguns dos produtos. A fábrica de Sete Lagoas, inaugurada em 2010, produz dez rótulos, entre cervejas e refrigerantes e produz 13,2 milhões de hectolitros por ano.

O governador destacou, ainda, os resultados positivos alcançados por Minas na geração de novos postos de trabalho. “Desde o primeiro dia eu falei para o meu secretariado: vocês não trabalham para mim, mas para o povo de Minas. Acho que aqui estamos dando mais um passo, porque isso representa o que nós queremos. O que eu mais quero é participar de eventos como esse. E parece que aquilo que já estamos fazendo tem apresentado resultados concretos. Nos primeiros seis meses Minas Gerais gerou 88 mil novas vagas de trabalho com carteira assinada”, finalizou.

A previsão é de que a obra seja concluída no segundo semestre de 2020 e irá abastecer, inicialmente, a demanda das cervejarias de Sete Lagoas e Juatuba, em Minas Gerais, e parte das operações da região Sudeste. A fábrica irá abrigar duas linhas de produção de latas e uma linha de produção de tampas e funcionará com energia 100% renovável. Serão 45 mil metros quadrados de área construída.

O CEO da Ambev, Bernardo Paiva, destacou que a obra vai ajudar a entregar o volume crescente no Brasil e a escolha de Minas Gerais para a primeira fábrica de latas de uma empresa de bebidas no Brasil.

“A gente acredita muito em Minas, é um Estado que não só atrai investimentos, mas torna o ambiente amigável para o empreendedor vir aqui, investir, criar emprego e criar valor para todos, não só para a empresa. A gente quer a parceria com o Estado, quer investir para o longo prazo, e a gente quer fazer com que esse investimento gere valor para a sociedade como um todo. E essa segurança de investir em um Estado como Minas Gerais, com a qualidade do governo que a gente tem aqui, é muito importante para que não só esses investimentos sejam feitos, mas os investimentos futuros também”, ressaltou o presidente da cervejaria.

O prefeito de Sete Lagoas, Duílio de Castro, também frisou a importância de enxergar o empreendedor como “amigo”. “É possível empreender com sustentabilidade, isso que é mais importante. A empresa gera renda, emprego e qualidade de vida. É importante para sustentar o nosso comércio, a nossa indústria, importante não só para nós, mas para toda a região”, disse.

Agendas

Zema também visitou o Colégio Professor Roberto Herbster Gusmão, financiada pela Fundação Zerrener, da Ambev, que tem como missão prestar assistência médica, hospitalar e educacional a empregados e dependentes. Ela atende cerca de 800 alunos, sendo cerca de 30% filhos de funcionários e o restante de crianças da comunidade local, incluindo famílias carentes. Os alunos recebem, além do ensino gratuito, uniformes, alimentação, material didático e outros benefícios. A escola também mantém parceria com o SENAI para a capacitação de ensino técnico.

Ainda em Sete Lagoas, o governador visitou as obras da nova sede do 25º Batalhão da Polícia Militar. Além do município sede, os militares são responsáveis pelo atendimento em outras 11 cidades da região. O projeto teve início em 2015, mas as obras estão paradas há mais de um ano por falta de recursos. Na última semana, o Estado repassou recursos, fruto de emenda parlamentar do deputado estadual Douglas Melo, para a retomada das obras.

“Aqui na nossa região nós aprendemos a trabalhar com pouco, mas ter muita qualidade. Por isso que valorizar a nossa Polícia Militar é papel de qualquer político sério”, afirmou o deputado Douglas Melo apresentando números da queda dos índices de criminalidade no município e região.

Também participaram das agendas do governador em Sete Lagoas os secretários de Estado de Planejamento e Gestão, Otto Levy; de Meio Ambiente, Germano Vieira; e de Desenvolvimento Econômico, Manoel Vitor de Mendonça; o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Giovanne Gomes da Silva; o chefe do Gabinete Militar do governador, coronel Rodrigo Sousa Rodrigues; o deputado federal Mauro Tramonte; o deputado estadual Douglas Melo; prefeitos, vereadores, lideranças regionais e demais diretores da Ambev. 

Pela manhã, em Belo Horizonte, o governador ainda participou do evento Brasil Empreende 2019, onde falou sobre sua experiência como empresário e o trabalho e expectativas com o seu trabalho na gestão pública.



Últimas