Programa Ciência em Movimento leva conhecimento às comunidades em Minas Gerais

Nas comemorações pelos 110 anos da Funed, 'caminhão itinerante' será aberto ao público no dia 3 de agosto, em Belo Horizonte

imagem de destaque
Interior do caminhão itinerante, que será aberto ao público
  • ícone de compartilhamento

Exposição itinerante do Programa Ciência em Movimento / Foto: Divulgação Funed

Um caminhão itinerante e diferente circula na capital em municípios levando aos cidadãos temáticas como animais peçonhentos, dengue, leishmaniose, doenças sexualmente transmissíveis e outros.

É o Programa "Ciência em Movimento", realizado pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), que leva conhecimento científico e informação para as comunidades em todos os territórios de desenvolvimento.

Dentro da perspectiva de popularização da ciência, e com o intuito de divulgar o conhecimento, o programa, criado em 2012, realiza as itinerâncias através de uma abordagem lúdica e popular, estabelecendo diálogo entre os pesquisadores e a sociedade relacionando ciência, tecnologia, saúde e cultura.

Desde sua implantação, o programa percorre municipios com seu caminhão baú que, além de transportar todo o material, também funciona como espaço expositivo. De 2012 a 2016, atendeu 728 escolas e só neste ano já realizou 17 exposições, com uma média de 106 escolas atendidas. 

Várias cidades já foram contempladas como, por exemplo, Cataguases, Ituiutaba, Caxambu, João Monlevade, Itanhandu, Unaí, Divinópolis, Passa-Quatro, Palma, Chapada Gaúcha, Montes Claros, Florestal, Governador Valadares, Dores do Indaiá, entre outras.

“Nas atividades do Ciência em Movimento os visitantes têm experiências educativas e, de forma mais ampla, o  programa promove a inclusão social e estabelece condições para que cada comunidade tenha a oportunidade de adquirir conhecimentos básicos sobre a ciência, seu funcionamento e aplicações. Neste ano de 2017, ele será aberto nas dependências da Funed, no dia 3 de agosto, especialmente para as comemorações dos 110 anos da Fundação, simbolizando a importância desta ação"

Marina Rezende, responsável pela Divisão de Divulgação e Extensão Científica

A agenda de atendimento aos municípios é formulada conforme demanda via sítio eletrônico da Instituição (www.funed.mg.gov.br), SAC e e-mail institucional. A agenda do programa já está fechada para o segundo semestre de 2017 e já conta com demandas para 2018. Clique aqui e confira as datas e locais que o caminhão irá percorrer no segundo semestre.

O caminhão

O conteúdo das exposições e as atividades interativas estão relacionados aos temas: morfologia animal, sobre abelhas, aracnídeos e serpentes; venenos e anti-venenos; denominação de origem da própolis verde; denominação de origem do mel de aroeira mata seca; leishmaniose, dengue, zika vírus ecChikungunya; análise de alimentos; história da Fundação Ezequiel Dias; atividades interativas, jogos, treinamentos e oficinas.

“Levamos para a cidade também a parte de animais peçonhentos e, como são animais que geram muita curiosidade e dúvidas, informamos detalhes sobre eles, como vivem, onde são encontrados, quais os perigos. Os alunos, professores, pesquisadores se interessam muito especialmente quando tem cobra, aranha e escorpião”, explica o monitor do caminhão, Leonardo Noronha.

Também estão entre os elementos da exposição painéis sobre apicultura, abelhas, aracnídeos, serpentes, aparelhos inoculadores de veneno, prevenção de acidentes por animais peçonhentos, curiosidades sobre as serpentes, importância ecológica das abelhas, leishmaniose; vídeos; maquetes; e minilaboratório.

Multiplicadores

A equipe conta com funcionários fixos e rodízio de monitores especialistas - funcionários da instituição, de acordo com as temáticas propostas. Para auxiliar no trabalho de mediação nos estandes expositivos, são recrutados e qualificados monitores locais, que podem ser estudantes de Ciências Biológicas ou Técnicos de Saúde e Meio Ambiente, entre outros interessados.

O programa realiza palestras e treinamentos e, além disso, os monitores recebem guias de cada tema da exposição, contendo informações técnicas e estratégias educativas para auxiliar nas explicações de determinado conteúdo.

Desta forma, o público interessado na qualificação oferecida se tornam multiplicadores dos conhecimentos adquiridos durante a exposição, ampliando a difusão da ciência e tecnologia em suas comunidades.

Espaço de animais peçonhetos na exposição itinerante do Ciência em Movimento / Foto: Divulgação Funed

Essas ações de qualificação são de suma importância, uma vez que os atores envolvidos podem atuar como multiplicadores na cidade em que moram, compartilhando o conhecimento apreendido.

O programa possui caráter dinâmico e as demandas são provenientes de diversos órgãos, de acordo com a necessidade ou especificidade do município.

Para viabilizar condições de infraestrutura local, com finalidade de realizar as atividades propostas pelo Programa e divulgação do evento, são estabelecidas parcerias entre a Funed, universidades, prefeituras, secretarias municipais de Educação, Cultura e Saúde.

Comemoração 110 anos da Fundação Ezequiel Dias

Data: 3 de agosto

Horário: das 8h às 17h

Local: Funed. Rua Conde Pereira Carneiro, 80 - Gameleira, Belo Horizonte, MG.

O caminhão itinerante percorre todo estado / Foto: Divulgação Funed

 



Últimas