Governo do Estado garante pluralidade nas comissões julgadoras do audiovisual

Por meio da Codemge, Estado lança cadastro de profissionais do setor para compor futuras comissões técnicas

  • ícone de compartilhamento

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), convida profissionais de notório saber, ligados ao setor do audiovisual, a se cadastrarem para compor futuras comissões técnicas de avaliação de propostas.

O cadastro irá permitir à Codemge a composição de comissões que atendam aos critérios de paridade de gênero, diversidade de etnias, pluralidade de áreas de atuação, representatividade nacional e experiência profissional dos membros.

A empresa recebeu manifestações dos próprios profissionais sugerindo comissões de avaliação mais plurais. O chamamento de avaliadores a cada seleção, feito em relativamente pouco tempo, tornava-se um obstáculo a esse objetivo. Agora, o cadastro permanente permitirá à Codemge convocar comissões mais representativas da diversidade do setor audiovisual e do país.

Cadastro e seleção

Profissionais interessados em compor o cadastro da Codemge deverão ler atentamente o regulamento e preencher o formulário eletrônico. Não há data de encerramento do cadastro, visto que se trata de uma ação permanente.

Uma vez considerado apto, nos termos do regulamento, o profissional cadastrado passa a integrar o rol de possíveis membros das Comissões Técnicas de Avaliação de Propostas e, no momento apropriado, poderá ser convidado a participar de uma delas. Caso algum dos selecionados não possa ou não tenha interesse em participar, será convidado outro profissional, preferencialmente de perfil semelhante, de forma a manter a diversidade da comissão.

Após a confirmação dos participantes, a Comissão Técnica de Avaliação de Propostas será oficialmente instituída por meio de portaria e iniciará seus trabalhos, como acontece atualmente.

Prodam

O lançamento deste novo edital é mais uma ação do Prodam. O Programa de Desenvolvimento do Audiovisual Mineiro foi lançado em maio de 2016, reunindo representantes de instituições privadas, setoriais, órgãos e entidades da administração pública direta e indireta do Estado de Minas Gerais.

Encabeçada pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC), a rede de cooperação visa a atuar como um elo de forças em prol do impulso à formação, produção, distribuição, exibição e preservação do audiovisual mineiro, colocando em uma mesma direção ações diretas e dinâmicas com todos os atores envolvidos. Desde sua criação, o Prodam já viabilizou o investimento de cerca de R$ 70 milhões na cadeia do audiovisual feito em Minas Gerais.

Minas de Todas as Artes

O fomento da Codemge ao audiovisual integra o Minas de Todas as Artes – Programa de Incentivo à Indústria Criativa, lançado em agosto de 2015. A iniciativa inédita e estratégica busca fomentar o desenvolvimento de novos negócios que gerem empregos, renda e riquezas para o Estado. Até o fim de 2018, serão investidos mais de R$ 50 milhões em editais de fomento e fortalecimento, com iniciativas de valorização de setores como gastronomia, audiovisual, design, moda, música e novas mídias.

A Indústria Criativa constitui a cadeia produtiva composta pelos ciclos de criação, produção e distribuição de bens e serviços que usam criatividade e capital intelectual como insumos primários. Estima-se que haja mais de 250 mil empresas no Brasil na área da Indústria Criativa.



Últimas