Governo de Minas Gerais premia produtores de moda no Minas Trend

Vencedores do Prêmio Empresa Tendência vão ganhar estandes individuais na próxima edição do evento

imagem de destaque
Os critérios de avaliação abordaram características como originalidade, design, qualidade de produção, entre outros
  • ícone de compartilhamento

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), realizou, no Minas Trend, a cerimônia de entrega do Prêmio Tendência. A premiação tem como objetivo fomentar o desenvolvimento da cadeia produtiva de moda mineira. Os vencedores, selecionados entre os participantes de estandes coletivos do Salão de Negócios da 21ª edição do Minas Trend, foram contemplados com um estande individual para sua marca na próxima edição da semana de moda mineira, que será realizada em abril de 2018.

Com curadoria da jornalista Natália Dornellas e júri formado pelo designer Gustavo Greco, pelo estilista Luiz Claudio, da grife Apartamento 03, e pelo arquiteto Pedro Lázaro, a premiação distinguiu as marcas Candê, do setor de vestuário, Diwo do segmento de bolsas e calçados, e Fernanda Torquetti, que representou os fabricantes de acessórios. A cerimônia ocorreu na quinta-feira (5/10).

Os critérios de avaliação abordaram características como originalidade, design, qualidade de produção, acabamento, capacidade produtiva, possibilidade de expansão de negócios, adequação ao público alvo e apresentação da marca. A escolha dos premiados foi pautada para valorizar profissionais de diversas partes do estado e apoiar as iniciativas de maior potencial em relação ao desenvolvimento econômico, práticas inovadoras e geração de empregos e receitas.

Alexandre Franco, proprietário da marca Candê, que faz vestidos com estampas exclusivas, comentou sobre a importância da conquista na categoria mais disputada do Prêmio: “É muito bom, é o reconhecimento de um trabalho que fazemos com muito amor e com muita vontade. Então, é muito importante o Governo nos ajudar como nova marca”. 

A premiação foi emocionante para Fernanda Torquett, que transforma materiais de descarte da indústria e metais da construção civil em peças originais. “Fico muito feliz, é o reconhecimento do meu trabalho como Empresa Tendência. Estamos no maior salão de negócios do Brasil, e eu, que tenho seis meses de marca, não teria condições de participar se não fosse o incentivo da Codemig e do Estado”, disse a designer.

Vencedora na categoria bolsas e calçados, Marcela Lima, comemora a escolha da Diwo:  “Para mim, é o reconhecimento de um trabalho. Embora a marca seja nova, estou nesse mercado há muitos anos, pois cresci dentro de uma fábrica. É muito bacana poder entrar nesse mercado com o apoio do Minas Trend e da Codemig. É muito importante sabermos com quem contar para desenvolver nossos projetos”.

Minas Trend

O Minas Trend é realizado pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), com parceria da Codemig. Em abril, a Codemig assinou um convênio com a Fiemg no valor de R$ 3.677.500,00 para garantir a realização de quatro edições do evento, em 2017, 2018 e 2019. O Minas Trend é considerado o principal evento nacional de comercialização de moda, com presença de compradores renomados do País e do exterior, que o tornam um espaço privilegiado de projeção e consolidação de grifes locais.

Minas de Todas as Artes e o setor da moda

O apoio ao Minas Trend integra as ações do Minas de Todas as Artes — Programa Codemig de Incentivo à Indústria Criativa. A iniciativa estratégica busca fomentar o desenvolvimento de novos negócios que gerem empregos, renda e riquezas para o Estado. Até o fim de 2018, serão investidos mais de R$ 50 milhões em iniciativas de valorização dos setores de moda, gastronomia, audiovisual, design, música e novas mídias. A Indústria Criativa constitui a cadeia produtiva composta pelos ciclos de criação, produção e distribuição de bens e serviços que usam criatividade e capital intelectual como insumos primários.

O fomento ao setor da moda foi estabelecido como um dos investimentos prioritários da Codemig a partir de um mapeamento de oportunidades de negócios feito pelo McKinsey Institute. A consultoria estudou tendências globais e dezenas de setores econômicos mineiros para apontar aqueles com maior potencial de impacto na economia do estado, com capacidade de promover aumento na massa salarial e agregação de valor. As indústrias de confecção/têxtil e calçados/bolsas foram identificadas como estratégicas para diversos territórios de desenvolvimento do estado.

A cadeia produtiva da moda oferece importante contribuição à economia. Em 2013, gerou riquezas para o estado no valor de R$ 3,3 bilhões. Os dados são de uma pesquisa encomendada pela Codemig à Fundação João Pinheiro. O estudo revelou que, em 2014, os empregos do setor corresponderam a 15,2% da indústria de transformação, e a moda impulsionava a economia de 135 municípios de Minas Gerais, onde o setor tinha peso maior na produção industrial do que a média do estado. 



Últimas