Governo de Minas Gerais participa de Fórum Mundial de Violências Urbanas em Madrid

Assessoria de Relações Internacionais e a Mesa de Diálogos representaram o Estado. Ações de participação social foram debatidas na capital espanhola

imagem de destaque
O Estado foi convidado para apresentar as ações no âmbito da solução de conflitos e da construção de agendas para a paz
  • ícone de compartilhamento

O Governo de Minas Gerais participou do 1º Fórum Mundial sobre Violência Urbana e Educação para a Convivência e Paz, em Madrid, na Espanha, entre os dias 19 e 21 de abril. O evento, organizado pela prefeitura da capital espanhola, contou com a participação da Secretaria de Estado de Governo (Segov), por meio da Assessoria de Relações Internacionais (ARI), e da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), representada pela Mesa de Diálogo e Negociação Permanente com Ocupações Urbanas e Rurais.

O Fórum é concebido como um local de encontro para os governos, líderes locais, organizações internacionais, universidades, ONGs e sociedade civil destinado a abrir um processo de debate, reflexão e construção de soluções que promovam ambientes urbanos capazes de eliminar expressões de violência.

“Minas Gerais tem se consolidado, nestes últimos anos, como um estado que orienta o planejamento e a execução das suas políticas públicas a partir da participação social, da democracia e o diálogo com os diversos setores da sociedade”, destacou a chefe de gabinete da Seplag e coordenadora da Mesa de Diálogos, Ligia Pereira.

A assessora chefe de Relações Internacionais, Carolina Vespúcio, acrescentou que o governo mineiro é uma referência internacional. “O nosso estado tem sido, cada vez mais, fonte de informação para governos estrangeiros interessados na maneira com que se relaciona com a sociedade, no sentido de produzir políticas públicas voltadas, de fato, para o cidadão, de maneira inclusiva e não discriminatória”.
 

Evento é realizado pela prefeitura da capital espanhola (Crédito: Pedro Braga/ARI)

Por estes motivos, o Governo do Estado recebeu convite para apresentar as ações que atualmente desempenha, no âmbito da solução de conflitos e da construção de agendas para a paz, e que poderiam ser casos de referência para as personalidades no evento. Dentre as ações discutidas e baseadas em “Ouvir para Governar”, foi apresentado o trabalho desenvolvido pela Mesa de Diálogos no enfrentamento dos conflitos urbanos, rurais e socioambientais, com foco em dois estudos de caso específicos: o desastre de Mariana e as Ocupações do Izidora.

Mais agendas

Além da participação no Fórum, Minas Gerais também esteve representada na reunião do Bureau Executivo da CGLU - Cidades e Governos Locais Unidos. A CGLU é uma organização de cidades, governos locais e estados do mundo todo que representa e defende os interesses dos governos locais no cenário mundial. O encontro contou com representantes de mais de 60 países.

Outra agenda positiva foi o colóquio organizado pela Rede Mercocidades, no qual foi discutida as iniciativas latinoamericanas para a mitigação das violências urbanas. O evento procurou conhecer as iniciativas de prefeituras e governos integrantes da rede, para que pudessem ser sinal de melhoria da qualidade de vida das cidades membros da Rede.



Últimas