Governador recebe o escritor Xico Sá

Escritor participou, em Belo Horizonte, do programa Roda de Leitura, parceria entre o Servas e o Sempre um Papo

imagem de destaque
Encontro ocorreu, nesta quarta-feira (17/5), no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte
  • ícone de compartilhamento

O governador Fernando Pimentel recebeu nesta quarta-feira (17/5), no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, o jornalista e escritor Xico Sá e o presidente da Associação Cultural Sempre Um Papo, Afonso Borges. O escritor está na capital mineira para o lançamento do livro “A pátria em sandálias da humildade”, durante a realização de mais uma edição do projeto Sempre Um Papo.

“Tivemos uma conversa muito agradável, conheço o Fernando Pimentel de muitos anos atrás, desde que eu era repórter de política. Já o entrevistei. E aqui, tivemos uma conversa de mineiro com nordestino, que vai longe. Falei para ele da minha experiência no projeto 2ª Chance – Roda de Leituras, na ala LGBT do Presídio de Vespasiano. É um exemplo de projeto e deveria ter no país todo”, afirmou Xico Sá.

O Roda de Leitura é uma parceria entre o Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) e o Sempre um Papo. Ele esteve na ala de detentos LGBT. A proposta do projeto é sensibilizar e engajar detentas e detentos, funcionando como estímulo para que ocupem seu tempo ocioso e abrindo janelas para mudanças em sua forma de encarar o mundo. O projeto contribui, ainda, para remição das penas, de acordo com a Recomendação nº 44/2013 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Para Xico Sá, ideias como essas deveriam ser mais estimuladas. “Eu nunca vi uma turma tão envolvida em querer ler, em ter sabedoria, com uma empolgação inspiradora. Se ler aqui fora, para quem está solto, já é libertador, imagina para quem está lá”, disse.

“Vim contar para o governador dessa experiência enriquecedora. Eles quiseram saber do estilo de crônicas, que é o que eu faço até mesmo neste livro que lanço hoje em BH. E os detentos me contaram muito da vantagem de ter uma ala LGBT, onde eles conseguem reproduzir um pouco da vida que tinham aqui fora, podendo até se maquiar”, acrescentou.

Participaram do encontro o secretário de Estado de Cultura, Angelo Oswaldo, e o presidente da Rádio Inconfidência, Flávio Henrique.



Últimas