Estado promove capacitação e aperfeiçoamento para 112 professores de Língua Espanhola

Curso aconteceu entre os dias 8 e 12 de maio, na Gameleira, atendendo a 33 Superintendências que oferecem a disciplina

  • ícone de compartilhamento

Professores de Língua Espanhola de 33 Superintendências Regionais de Ensino (SREs) participaram, na semana de 9 a 12 de maio, de curso de formação continuada e aperfeiçoamento, promovido pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Educação (SEE), no campus Gameleira. As aulas são ministradas por professores de origem espanhola, indicados pela Embaixada da Espanha no Brasil.

“São 30 horas aula de 8h às 17h, para 112 inscritos, que, ao final, receberão certificados e declaração de participação, caso tenham cumprido o mínimo de 85% do total da carga horária”, explica Kátia de Laura Borges, analista educacional da SEE.

Os cursos de capacitação e formação são oferecidos anualmente e a seleção dos inscritos respeita a seguinte ordem de prioridade: professor licenciado em Letras Português/Espanhol lecionando aulas de espanhol no Ensino Fundamental e/ou Ensino Médio da rede pública de Minas Gerais; professor não licenciado em Letras Português/Espanhol, mas que tem autorização para lecionar (CAT) e que está lecionando aulas de espanhol no Ensino Fundamental e/ou Ensino Médio da rede pública de Minas Gerais; professor que ainda seja estudante dos últimos períodos do curso de Letras Português/Espanhol e está lecionando aulas de espanhol no Ensino Fundamental e/ou Ensino Médio da rede pública de Minas Gerais; professores que ainda não participaram desse curso oferecido pela Secretaria de Estado de Educação. Os professores recebem ajuda de custo para transporte, alimentação e hospedagem, se residirem fora de Belo Horizonte e da Região Metropolitana.

A professora da Escola Estadual Conceição Martins de Jesus, em Ribeirão das Neves, Viviane de Araújo Dias, fez a primeira capacitação em 2015 e considerou a organização deste curso de 2017 excelente. “Evoluiu muito, principalmente em relação ao uso de tecnologias”, disse a professora.

Eliane de Fátima Braga, de Patrocínio, que participa da qualificação pela quarta vez, declara que o curso tem contribuído muito com sua formação. “Esses encontros são muito importantes, às vezes a escola tem um único professor de língua espanhola, trabalhamos muito sozinhos e aqui temos a oportunidade de encontrar outros professores da matéria, trocarmos ideias e experiências e nos atualizarmos”, afirma Eliane.

Nadia Alvarez é boliviana e atua como professora de língua espanhola em Caxambu. “A qualidade e habilidade dos professores nos motiva na educação como um todo. É preciso que haja continuidade dessas capacitações por que uma vez motivados passamos para esse espírito para os alunos”, aponta a professora, que participou de capacitação também em 2015.

A capacitação tem por objetivo promover a difusão e melhorar a qualidade do ensino da língua espanhola na rede pública de Minas Gerais e é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Estado de Educação (SEE) e o Ministério de Educação, Cultura e Deporto da Espanha.



Últimas