Escola de Saúde Pública inicia curso de Atualização em Gestão e Atenção Hospitalar

Equipes da Fhemig de quatro unidades hospitalares participam da qualificação. A ação educacional prevê encontros semanais de oito horas até junho de 2018, totalizando 120 horas de atualização

imagem de destaque
Na aula inaugural, realizada na quinta-feira (8/3), em Barbacena, participaram 42 alunos
  • ícone de compartilhamento

A Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP-MG), acaba de iniciar o curso "Atualiza Hosp: Atualização em Gestão e Atenção Hospitalar”, em Barbacena (Região das Vertentes).

A ação educacional é uma parceria com a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) e tem como objetivo promover o aperfeiçoamento dos processos de gestão e atenção hospitalar das unidades hospitalares com foco no usuário do Sistema Único de Saúde (SUS).

Segundo a docente da ESP-MG, Maria Beatriz Lisbôa, que ministrou a disciplina Redes de Atenção à Saúde na aula inaugural, o conteúdo do curso busca contemplar questões pertinentes ao cotidiano do trabalho, tendo a Educação Permanente em Saúde como referencial.

“Realizamos oficinas para levantamento das demandas e construímos o curso a partir dessas múltiplas falas. Contextualizamos o SUS, a Rede Fhemig, entre outros temas de gestão e administração hospitalar. Também abordamos assédio e adoecimento no trabalho. É importante salientar que os gestores devem pensar como coordenadores do cuidado e organizadores do acesso aos serviços de saúde, afirma.

Qualificação do trabalho

Aida Nunes, médica do Hospital Regional Drº José Américo, em Barbacena, acredita que o curso vem em um momento importante para a equipe e que todo conhecimento pode ser aplicado na rotina diária de trabalho.

“Acredito que é importante a formação no interior, mostra que somos ouvidos. Somos carentes de qualificação, o que é às vezes dificulta o trabalho. A expectativa é a melhor possível”, diz.

Sérgio Campos, psicólogo do Núcleo de Ensino e Pesquisa do Centro Hospitalar Psiquiátrico, também de Barbacena, aponta a importância da formação de recursos humanos no SUS, em especial para o interior, que sempre tem demandas de qualificação.

“O profissional consegue se deslocar para o município vizinho, se qualifica e ainda não fica totalmente ausente de sua unidade. Essa parceria com a Escola ainda vai colher mais frutos. Temos mis demandas e a parceria será fortalecida”, afirma.

O curso

Na aula inaugural, realizada nessa quinta-feira (8/3), participaram 42 alunos que atuam no Hospital Regional Drº José Américo, do Centro Hospitalar Psiquiátrico (Barbacena), Hospital Regional Drº João Penido (Juiz de Fora) e a Casa de Saúde Padre Damião (Ubá), todos da Rede Fhemig.

A abertura também contou com a presença do presidente da Fhemig, Tarcísio Dayrell Neiva, do secretário municipal de Saúde de Barbacena, José Orléans da Costa, entre outros convidados.

A ação educacional prevê encontros semanais de oito horas até junho de 2018, totalizando 120 horas de atualização.



Últimas