Cursos profissionalizantes estimulam empoderamento feminino em Minas Gerais

Qualificação em massoterapia será aberta a pessoas com outras deficiências e também que não tenham deficiência. Inscrições vão até 6 de junho

imagem de destaque
O curso de massoterapia livre já acontece no Instituto há dez anos
  • ícone de compartilhamento

O Instituto Estadual São Rafael, referência no atendimento aos deficientes visuais, recebe, até o dia 6 de junho de 2017, inscrições para seleção de novas turmas de ensino profissionalizante Técnico em Massoterapia.

As inscrições são direcionadas também às pessoas com quaisquer outros tipos de deficiência e também candidatos não-deficientes. Ao final os estudantes serão certificados como Técnicos em Massoterapia, podendo atuar profissionalmente em empresas, clubes ou eventos.

São três módulos, divididos semestralmente. A massoterapia consiste em técnicas variadas de massagem. O curso no Instituto São Rafael é distribuído em duas modalidades: massagem ocidental, que engloba o corpo como um todo, e a oriental, mais pontual, segundo a coordenadora do curso, Luciana Rocha.

“Oferecemos a drenagem linfática, a quick, feita em cadeira específica e que dura quinze minutos, muito requisitada em ambientes profissionais, clubes e eventos. Mas trabalhamos também terapias associadas, como a cromoterapia (que trabalha com cores), aromoterapia, musicoterapia e, nas terapias orientais, o chiatso, tuiná e do-in, mais específico em pontos de reflexos”, explica Luciana.

Segundo a diretora da escola, Juliany Sena, a experiência de acolher alunos sem deficiência tem sido enriquecedora para ambos os lados.

“Na primeira aula, fizemos uma reunião de acolhida, com todos os alunos, deficientes e e pessoas sem deficiência, quando explicamos o funcionamento e a conduta do trânsito no espaço da escola, noções básicas de como lidar com o deficiente visual. Fazemos sensibilização constante com essas pessoas porque é um espaço novo de convívio para eles”, explica a diretora.

O curso de massoterapia livre já acontece no Instituto há dez anos. “O deficiente visual tem um tato muito apurado, eles têm um toque diferente e por isso se saem muito bem no curso de massoterapia”, acrescenta Juliany.

No curso técnico, iniciado no no mês passado, estão matriculados 24 pessoas com alguma deficiência: motora, intelectual, além de cegueira total, baixa visão, surdez e surdo-cegueira.

“Esta é uma inclusão ao contrário. Aqui, aprendemos um pouco do que é o mundo para as pessoas com alguma deficiência. Lá fora eles são minoria e o mundo não é adaptado às suas necessidades”, observa o aluno Pedro Lorenzetti.

De acordo com a coordenadora do curso, Luciana Rocha, o curso veio para agregar, uma vez que algumas adaptações foram necessárias. “Até na didática, que era exclusiva para pessoas com cegueira, tivemos que inovar, agregando formas mistas. Com a participação de mais pessoas, o deficiente visual se sente mais importante, equiparando aos demais sem deficiências. Isto provoca melhor aproveitamento”, avalia.

Segundo a coordenadora, o aluno formado em massoterapia no Instituto São Rafael poderá trabalhar em locais variados, sobretudo por esta ser uma profissão em crescimento.

A comunidade escolar também abraçou a causa. Maria Thereza Rosso, por exemplo, veio do Rio de Janeiro para tratamento visual ainda jovem. Aos 18 anos, perdeu a visão e foi aluna do Instituto depois de adulta, onde fez cursos de Braille e Orientação Motora. Mesmo trabalhando com massagens há mais de uma década, resolveu cursar o profissionalizante, como forma de qualificar seu trabalho.

“Superou minhas expectativas, tinha certo receio de conviver com pessoas sem deficiência. Mas foi tudo muito tranquilo, nos entrosamos muito bem e estamos vivendo um momento que vem na contramão da prática da sociedade, onde somos minoria. Estamos incluindo em nosso espaço um grupo de não excluídos”, brinca.

​Desde abril, já funcionam três turmas mistas na escola, uma pela manhã e duas à tarde, com 69 alunos, entre eles 24 com algum tipo de deficiência.

Serviço:

Curso profissionalizante Técnico em Massoterapia do Instituto São Rafael 
Habilitação:
Curso Técnico em Massoterapia
Carga Horária: 1.200 horas/aula (3 módulos)
Inscrições: de 15 de maio a 2 de junho de 2017
Local: Instituto São Rafael (Avenida Augusto de Lima, 2109 - Barro Preto, Belo Horizonte/MG)

Documentação necessária para inscrição:
- Certificado/histórico de conclusão do Ensino Médio;
- ou declaração de matrícula, em 2017, no 2º ano do Ensino Médio;                                   
- duas fotos 3x4 (recentes);
- Carteira de identidade e CPF;
- Titulo de eleitor e comprovante de quitação eleitoral;
- Comprovante de residência (preferencialmente conta de luz - atual);
- Laudo ou Relatório que comprove a deficiência (atualizado), para pessoas com deficiência.

OBS: O candidato deverá apresentar original e cópia dos documentos no ato da inscrição, no Instituto São Rafael. As aulas serão realizadas de segunda a sexta-feira, nos turnos manhã e tarde. O período de matrícula para as inscrições aprovadas será de 5 a 19 de junho de 2017.

Outras informações:
(31) 3295-3221



Últimas