Cemig investe R$ 100 milhões na expansão e manutenção do sistema elétrico da RMBH

Empresa também apresentou o Plano de Atendimento para o Período Chuvoso na Região Metropolitana de Belo Horizonte

  • ícone de compartilhamento

Com o intuito de minimizar os efeitos provocados pelas chuvas sobre o sistema elétrico, a Cemig anunciou, nesta terça-feira (3/10), que R$ 204 milhões foram investidos na melhoria e manutenção da rede de distribuição e no atendimento aos consumidores, sendo que R$ 41,1 milhões apenas na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

Em agosto, também entrou em operação a Subestação Nova Lima 7, que recebeu investimentos no valor de R$ 60 milhões e vai atender a expansão da demanda na região centro-sul da capital mineira e em Nova Lima.

As equipes do Centro de Operação da Distribuição (COD) e da central de atendimento ao cliente também apresentaram o Plano de Atendimento para o Período Chuvoso na RMBH.

O objetivo é minimizar o número de interrupções e restabelecer o fornecimento de energia no menor tempo possível, reduzindo os transtornos à população e às empresas, durante o período chuvoso, que começou em outubro e deve se estender até abril do ano que vem.

Segundo o meteorologista da Cemig, Arthur Chaves de Paiva Neto, o fenômeno La Niña, que se forma no Pacífico, deverá ganhar força a partir de novembro, podendo provocar uma ligeira queda nas temperaturas em quase todo o estado, principalmente no Sul de Minas, Triângulo, Oeste e Zona da Mata.

Com relação às chuvas, elas devem ficar acima da média histórica em quase todo o estado, exceto nas regiões Oeste, Central e Vale do Rio Doce, onde devem se manter próximas à média.

Ações realizadas

De acordo com o gerente de Relacionamento Comercial com Clientes de Distribuição, Elieser Francisco Corrêa, a empresa inspecionou 85% de toda a rede urbana da região, e mais de 88 mil árvores em conflito com a rede elétrica foram podadas.

As equipes de manutenção fizeram a limpeza de faixa nas redes rurais, numa área superior a 1 milhão de metros quadrados. Em toda a região metropolitana, quase nove mil objetos, como taquaras, tênis etc, foram retirados da rede e cerca de 3 mil postes foram substituídos.

Em agosto passado, a Cemig iniciou a operação da Subestação Nova Lima 7 para reforçar o atendimento e melhorar a qualidade do fornecimento de energia aos clientes da região centro-sul de Belo Horizonte e de Nova Lima, como os bairros Olhos D'Água, Santa Lúcia, Belvedere, Vila da Serra, Cristais, Jardim da Torre, Jardim das Mangabeiras, Jardim Naves, Piemonte, Vale dos Cristais, Vale do Sereno, Vila Alpina, Vila da Serra e Vila do Conde.

 Além das ações já realizadas, a Cemig está investindo R$ 105,5 milhões na ampliação da capacidade do sistema com a implantação de duas novas subestações – BH Centro 2 e Confins –, e a ampliação da Subestação BH - Pampulha, até o fim do ano que vem.

“A ampliação da capacidade na RMBH vai beneficiar mais de 100 mil consumidores entre 2017 e 2018. A empresa está investindo em tecnologia para que a população receba energia com qualidade e segurança”, informa Elieser Corrêa.

Números

Além de todas essas ações e investimentos diretamente relacionados ao sistema elétrico, a Cemig conta com um serviço de meteorologia, que prevê a ocorrência de tempestades.

A partir do alerta meteorológico, é redimensionado o número de atendentes do Fale com a Cemig e de equipes prontas para realizar os serviços de restabelecimento de energia, de forma a atender a demanda extraordinária que surge com as chuvas.

As equipes de plantão são também previamente acionadas e posicionadas estrategicamente nas unidades da empresa, para atuar com maior agilidade.

Neste ano, dependendo da previsão meteorológica e dos efeitos causados por uma tempestade, até 1.100 empregados e mais de 240 veículos podem ser acionados na RMBH.

Além disso, a Cemig continua sendo a distribuidora de energia elétrica do Brasil com a maior central de atendimento a clientes. O Fale com a Cemig – 116 funciona 24 horas por dia, com capacidade para fazer mais de 220.000 atendimentos por dia, inclusive por meio do atendimento eletrônico.

Novo Centro de Operação

A Cemig inaugurou neste ano as instalações do novo Centro de Operação da Distribuição (COD), responsável pela operação da maior rede de distribuição da América do Sul, com mais de 500 mil km de extensão, e atendendo mais de 8,3 milhões de clientes.

As novas instalações foram planejadas e construídas com a melhor tecnologia disponível, com duas fontes distintas de alimentação de energia e um grupo de geradoras a gás, trazendo ainda mais confiabilidade às operações. As redes de comunicação de dados e voz também foram aprimoradas com sistemas mais modernos e com maior disponibilidade.

“Estamos constantemente investindo na melhoria do nosso sistema de distribuição e, com as novas instalações do COD, nosso sistema ficou ainda mais robusto, mais moderno e com maior confiabilidade para as operações”, ressalta o superintendente de Automação e Operação da Distribuição, Danilo Gusmão.

Atualmente, o COD é responsável pela supervisão e controle da rede de distribuição da Cemig, com mais de 500 mil km de extensão, 16.796 km de linhas de distribuição, 393 subestações e 1.873 alimentadores de 13,8 kV.

O Centro funciona 24 horas por dia, sete dias da semana, monitorando o sistema elétrico e coordenando toda a demanda de serviços programados e emergenciais para as equipes de campo.

Canais de atendimento

O aplicativo Cemig Atende, disponível para smartphones e tablets, conta com 18 serviços, nos sistemas operacionais Android, IOS e Windows. A agência virtual, no portal da Cemig, também oferece diversos serviços com conforto, agilidade e segurança.

Neste ano, o Cemig Atende disponibilizou mais um serviço para os usuários: o Pagamento Mobile, em parceria com o Banco Bradesco. Assim, clientes do Bradesco podem pagar as contas de energia por meio do aplicativo.

O Pagamento Mobile agiliza o atendimento e oferece mais segurança ao consumidor. O novo serviço é pioneiro no país e está disponível para o sistema Android. A participação de outros bancos já está sendo negociada.

Dicas de segurança durante tempestades

A Cemig destaca alguns procedimentos básicos de segurança que devem ser adotados durante as tempestades:

• Alerta! Caso alguém se depare com um cabo partido, é imprescindível que se mantenha distante do local, se possível não permitindo que outras pessoas se aproximem, e ligue imediatamente para o Fale com a Cemig, no telefone 116, que funciona 24 horas por dia.

• Retirar os equipamentos elétricos das tomadas, evitando riscos de queimar os aparelhos ou até à segurança das pessoas.

• Durante períodos de rajadas de ventos e descargas atmosféricas, as antenas de TV podem se desregular. Se isso acontecer, não suba nos telhados para ajustá-las, pelo risco de queda, de choque elétrico e de ser atingido por um raio.

• Se houver a necessidade de utilizar o telefone durante as tempestades, a melhor opção é o celular, desde que o aparelho não esteja conectado na tomada, ou o telefone sem fio.

• Evite a permanência em lajes altas ou locais descampados, jamais se abrigue embaixo de árvores e evite o uso do chuveiro elétrico.

• O raio provoca queimaduras gravíssimas e pode provocar parada cardiorrespiratória, que pode levar a pessoa à morte. Fique seguro!



Últimas