Pronunciamento do governador Fernando Pimentel durante solenidade de doação de equipamentos médicos para Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de 47 municípios

  • ícone de compartilhamento
download do áudio

Queridos amigos e amigas, temos uma manhã luminosa aqui hoje, com a presença dos prefeitos e prefeitas. Muita gente não se dá conta da importância de atos como esse. Às vezes, as pessoas e os profissionais da imprensa que estão aqui presentes, que eu quero saudar também, às vezes também não percebem a importância desses atos.

Quem está distante da administração de uma cidade olha assim e pode falar: mas ele está fazendo uma doação de equipamento para posto de saúde, será que isso é uma coisa importante, que merece atenção do governador, dos secretários, do secretário de Saúde? O prefeito tem que deslocar para isso?

Então vou dizer para vocês, com a experiência de ter sido prefeito de Belo Horizonte que, diga-se de passagem, é a capital do Estado. Com a experiência de ter sido secretário da prefeitura, de ter sido vice-prefeito. Depois de ter sido ministro e, agora, governador, eu digo para vocês: é muito importante. Para quem precisa do serviço de saúde, um posto de saúde bem equipado faz toda a diferença, faz muita diferença.

Então, essa ideia de que fazer uma doação de ambulância, como já fizemos mais de mil do ano passado para cá, de um equipamento para colocar no posto de saúde, um convênio que você faz com o município, muitas vezes um valor pequeno quando você olha de longe, mas importante porque, muitas vezes, o município hoje não tem recursos para cuidar daquela necessidade mais imediata do cidadão e da cidadã.

É isso que eu venho chamando de pequenas entregas que fazem muita diferença para a vida do mineiro e da mineira lá no interior do estado, que está precisando do recurso, precisando da saúde, precisando da educação, do ônibus escolar, do veículo que transporta para uma cidade maior, enfim, aquilo que as prefeitas e os prefeitos e os secretários que estão aqui sabem de cor e salteado.

Por isso, nosso governo tem se empenhado em multiplicar os poucos e pequenos recursos que temos hoje para atender os municípios do nosso estado. É lá no município que as pessoas moram, que elas vivem, que criam suas famílias têm seus sonhos, esperanças, tristezas e alegrias. E nossa função, aqui no governo do Estado, é ajudar ao máximo quem está na frente do município, para que a vida das pessoas melhore.

Então, quando eu fico vendo as notícias terríveis que a gente vê toda manhã ou toda noite, dependendo da preferência do cidadão, se ele assiste o jornal da manhã ou o jornal da noite, as notícias que assombram o povo brasileiro, eu fico vendo a diferença que Minas Gerais está fazendo.

Não que em Minas não tenha crise, não que não tenha problema, não que nós todos não tenhamos as mesmas preocupações.

Mas nós estamos enfrentando as crises, as adversidades, as tempestades, fazendo aquilo que o mineiro sabe fazer de melhor: trabalhando. É isso que estamos fazendo. O Governo do Estado, e os deputados estão aqui porque são parceiros nossos, e compartilham dessa nossa visão, assim como prefeitos e prefeitas compartilham dessa visão, nós estamos trabalhando 24 horas por dia para vencer as dificuldades não com lamúrias, não com queixas, não com blasfêmias, mas com trabalho, porque é isso que vai fazer a situação mudar, o Brasil andar para frente, superar as dificuldades. Não é lamuriando, não é queixando, não é blasfemando. É trabalhando.

Então, eu agradeço imensamente a presença de vocês aqui, ela nos enche de alegria e de esperança. Nós estamos no caminho certo. Minas está construindo, e já tem dois anos que nós estamos trabalhando nessa direção, um ambiente de harmonia entre o Poder Legislativo, o Executivo e o Judiciário também, um ambiente de respeito, cada um tem sua função constitucional e tem que ser respeitada, mas aqui estamos trabalhando em conjunto para melhorar a vida do cidadão e da cidadã de Minas Gerais. Se tiver acusações, se tiver processos, inquéritos, nós vamos tratar deles no momento certo, e no lugar certo que é no Judiciário. Aqui é trabalho.

O primeiro nome de Minas Gerais é liberdade, mas o segundo é trabalho. E é com trabalho, com fé e dedicação que nós vamos vencer as dificuldades.