Pronunciamento do governador Fernando Pimentel durante o 5º Encontro do Pacto Integrador de Segurança Pública Interestadual

  • ícone de compartilhamento

Boa tarde a todos!

A primeira palavra aqui é de agradecimento pelo trabalho de vocês, não só aqui, mas nas reuniões anteriores do Pacto e o resultado profícuo, já frutífero dessa iniciativa.

As ideias que surgiram, as iniciativas que foram tomadas em cada estado a partir da discussão que havia e que há nesse pacto frutificam e mostram que nós estamos no caminho correto quando apostamos, e aí eu tenho que reconhecer que Goiás foi pioneiro nisso, a partir daquela ideia do Fórum de Governadores do Brasil Central. Isso frutificou e está avançando, e eu acho que nós todos somos gratos pelo trabalho que vocês têm desenvolvido - e aqui, nesses dois dias de trabalho, temos mais um exemplo que as coisas de fato podem melhorar e estão melhorando quando se adota um modelo correto.

A segunda palavra é justamente sobre esse modelo, não especificamente na questão da segurança. Porque nós estamos celebrando aqui mais que um Pacto Integrador da Segurança Pública. Estamos celebrando um conceito e um espirito que cada vez é mais necessário em nosso país, que é a convergência em torno de um projeto, de uma ideia, de um modelo, de uma causa comum.  Infelizmente, o Brasil se esmerou nesse período recente em praticar as divergências nas organizações políticas, partidárias, os agentes públicos, na mídia, o próprio Poder Judiciário esmerou-se em patrocinar e aprofundar as divergências entre os brasileiros e brasileiras. Agora é hora de convergência. E Minas Gerais quer dar o exemplo recebendo os senhores aqui com todo o carinho, com toda a hospitalidade que é comum aos mineiros, mas acima de tudo, com o espírito de construirmos com harmonia, com serenidade, buscando a concórdia, construirmos a saída para a crise institucional, política, econômica que o país atravessa.

Não vai ser aprofundando as divergências e buscando os pontos que nos dividem que vamos vencer a crise. Vai ser o contrário: nos pontos que nos unem e as convergências em torno das nossas causas comuns. Esse é um belo exemplo de convergência. Eu acho que precisamos cada vez mais praticar isso no nosso país.

E é com a esperança de que eventos como esse prosperem, frutifiquem e se multipliquem em todos os territórios da vida pública que eu encerro, desejando a vocês que sejam sempre muito bem-vindos à Minas Gerais.

Obrigado!