Pronunciamento do governador Fernando Pimentel durante entrega das 86 bases comunitárias para a Polícia Militar

  • ícone de compartilhamento
download do áudio

Nós não estamos aqui - e esse é um recado que eu quero transmitir através dos profissionais de imprensa aqui presentes, aqui todos eles amigos e muito bem vindos - nós não estamos aqui inventando a pólvora, inventando a roda. Esse modelo que está sendo implantado em toda a cidade de Belo Horizonte eu já o conhecia desde que fui prefeito. E já conversei sobre isso com o kalil. Nós começamos lá atrás, no ano de 2002/2003 e aquilo era uma iniciativa piloto da Polícia Militar

Me lembro que o coronel Renato, que depois veio a ser comandante da PM, era comandante do CPC, e nos trouxe a ideia. Só que o Estado não dispunha de recurso, ou pelo menos dizia que não dispunha de recurso para adquirir as bases. Então, a prefeitura adquiriu quatro bases desse tipo e colocamos a Polícia Militar em pontos estratégicos da cidade e começamos a fazer o projeto.

Aquilo deu certo, acabou prosperando. Infelizmente esse projeto não teve apoio do Governo Estadual para que a Polícia Militar continuasse implementando e chegasse ao resultado que nós vamos ter agora, que é toda a cidade coberta por esse modelo. Agora não, agora o modelo nós já sabemos que funciona e nós temos certeza que os índices de criminalidade vão diminuir ainda mais em Belo Horizonte.

Belo horizonte é a única capital do Sudeste que diminuiu os índices de criminalidade no primeiro semestre deste ano, comparado com o ano passado. Então, isso é um orgulho para todos nós, mineiros e mineiras. A Polícia Militar, e aí as demais forças de segurança também trabalhando de forma coordenada, tem se empenhado ao máximo para garantir aos mineiros e mineiras a melhoria das condições de segurança.

Em Belo Horizonte, onde os índices são normalmente mais altos, eu não sei se todos sabem, mas praticamente metade das ocorrências policiais estão concentradas na Região Metropolitana de BH, então nós temos que dedicar uma atenção especial aqui. E agora nós estamos com um instrumento efetivo e moderno para apoiar o trabalho da Polícia Militar. Então, essa é a primeira coisa.

Nós não estamos inventando nada, é um modelo testado, vai dar certo, já deu certo antes e eu tenho certeza que a cidade vai colher bons frutos. E outra coisa que eu quero dizer é que nós vamos estender esse esforço para todo estado. Aí, é claro, nós vamos esbarrar na dificuldade de recurso, porque evidentemente, o Estado está passando por um problema financeiro grave. Herdamos uma dívida, um déficit muito grande, a situação no país também não é nada confortável desse ponto de vista, mas estamos enfrentando essa dificuldade e eu gosto de dizer isso e vou repetir, com aquilo que os mineiros sabem fazer de melhor.

O que os mineiros fazem de melhor? Não é reclamar, não é ficar esperando por dias melhores, o que eles sabem fazer é trabalhar. Hoje, segunda feira de manhã, começando a semana com a Polícia Militar na rua, as nossas forças de segurança na rua, com instrumentos adequados, e o Governo apoiando fortemente o trabalho da nossa força de segurança. Que Deus nos proteja!